Dicas Contábeis Gestão & Negócios

Gestão de Pessoas: o que é? Quais as Melhores Práticas e Estratégias 2020

gestao-de-pessoas-2020
Escrito por CEFIS

Gestão de Pessoas é considerado o verdadeiro coração das organizações de alta performance. As Empresas que mais crescem já aplicam as melhores Práticas de Gestão de Pessoas.

Neste Artigo você aprenderá as principais técnicas para impulsionar os resultados através da Gestão de Pessoas. Mas o que é Gestão de Pessoas ?

De forma resumida, Gestão de Pessoas é o conjunto de técnicas para administrar e potencializar a eficiência do capital humano das empresas. Abaixo você conhecerá na prática o que é uma gestão de pessoas de qualidade.

Segundo estudo realizado pelo Fórum Econômico Mundial, o Brasil está na 81ª posição dos 138 países mais produtivos no ambiente de trabalho. Sabia que esta baixa produtividade está diretamente relacionada com a Gestão de Pessoas nas empresas?

Em uma pesquisa realizada pela Revista Você S/A, foi levantado que 85% dos colaboradores costumam deixar os chefes e não as empresas em que trabalham – ou seja, a má gestão é um dos fatores que podem influenciar na queda de produtividade, dentre outros como:

  • Falta de comunicação entre os departamentos;
  • Metas pouco desafiadoras para colaboradores com potencial, ou vice-versa;
  • Ausência de treinamentos para os colaboradores, etc.

Estas são apenas algumas das causas podem ser elencadas para o problema da produtividade nas empresas do país.

Se você busca saber o que é a Gestão de Pessoas e descobrir como solucionar gargalos na sua empresa por meio dela, basta continuar a leitura!

gestao-de-pessoas-rh-2020

O que é Gestão de Pessoas?

Segundo Fischer e Fleury, a Gestão de Pessoas engloba o conjunto de políticas e práticas de uma empresa para guiar o comportamento humano e as relações interpessoais, afim de maximizar os resultados para todos os envolvidos.

RH x Gestão de Pessoas

Existe uma diferença entre a Gestão de Pessoas e o RH. Apesar de ambos se relacionarem, a Gestão está mais focada em acompanhar os colaboradores, fazer com que mantenham uma comunicação boa, o engajamento e a produtividade na empresa.

Cabe ao RH, cuidar para que os colaboradores corretos sejam recrutados e selecionados em uma empresa. A Gestão Estratégica de Pessoas é responsável por fazer com que se mantenham motivados, treinados e sejam desenvolvidos, seguindo as habilidades, competências e valores de cada um.

O RH, lida com questões mais burocráticas, envolvendo admissões e demissões, aquisição de cursos, treinamentos, dentre outras atividades. Para ficar um pouco mais claro, o RH é o responsável por:

  • Recrutar e contratar novos colaboradores;
  • Estabelecer e atualizar os planos de carreira na empresa;
  • Estabelecer e atualizar os salários para cada cargo;
  • Investir em cursos voltados para o desenvolvimento de colaboradores, etc.

Os Gestores de Pessoas também contribuem ativamente com as Atividades do RH, informando, por exemplo:

  • Quais atividades são realizadas em cada cargo;
  • Quais habilidades e competências esperam em determinado cargo;
  • Quais funcionários estão prontos para promoção;
  • Quem precisa de treinamentos para se desenvolver na empresa;
  • Quem não está seguindo os valores da empresa, etc.

Dentre os Processos Básicos, no que se refere às Atividades de RH/Gestão de Pessoas, estão: atração, recrutamento e seleção de pessoal; orientação e integração; treinamento e desenvolvimento; avaliação e desempenho; e políticas de remuneração. Cada um desses tópicos será abordado a seguir.

Atração, recrutamento e seleção

Indicações, anúncios em classificados ou em sites como Catho e 99jobs são algumas das opções para quem busca atrair pessoas para vagas de emprego.

As Redes Sociais também são um dos aliados do RH, quando se trata da divulgação de vagas – e não é para menos, quando são colocadas no ambiente online, acabam sendo vistas por muitos profissionais, de locais variados no país, o que facilita no recrutamento.

O LinkedIN, por exemplo, é uma das redes sociais mais utilizadas para divulgação de vagas, em diversos países do mundo. Além dele, as ferramentas de Anúncios pagos (Ads) do Facebook e Instagram também podem auxiliar com o processo de seleção, mas vale destacar que nem toda vaga precisa ser difundida por meio de anúncios pagos.

Apesar dos prós, é importante saber que existem alguns contras:

  • Caso as vagas não estejam especificadas no anúncio ou post, podem atrair candidatos que não condizem com o cargo ou mesmo perfil da empresa.
  • Pode ser que um grande volume de currículos seja recebido, o que dificulta as análises individuais de cada um, caso não haja um software ou site contratado pela empresa que facilite os filtros em candidatos mais adequados para vaga.

Vale destacar que as redes sociais, ou mesmo sites são apenas facilitadores entre a empresa e potenciais colaboradores, mas não excluem o processo humano que uma seleção exige.

É mais do que necessário realizar testes (avaliação de aptidão, método DISC, dinâmicas em grupo, etc) e entrevistas para saber se as competências, valores e desejos das pessoas se relacionam com os da empresa. Posteriormente, o índice de turnover pode mostrar à empresa se as contratações estão sendo eficazes.

Treinamento e desenvolvimento

Posteriormente a segunda etapa, caberá aos gestores:

  • Incentivar os membros da equipe/colaboradores;
  • Recompensar os acertos e resultados positivos;
  • Avaliar o desempenho dos membros diante das metas estabelecidas previamente.

Uma das maneiras de incentivar os colaboradores é por meio de treinamentos e Universidades Corporativas.

Os Cursos Online podem colaborar para aprendizagem e evolução dos colaboradores. A CEFIS, por exemplo, é uma das opções de empresas que contribuem com a Gestão de Conhecimento das Equipes. Por meio de um serviço de assinatura, vários membros garantem acesso ilimitado a cursos de gestão, contabilidade, administração e direito.

Quanto às Recompensas, podem ser distribuídas através de prêmios, aumentos de comissões ou de ações de reconhecimento da empresa ao colaborador(a).

No que se refere à Avaliação do Desempenho, é preciso ficar atento: metas que são muito distantes da realidade, assim como as que são pouco desafiadoras, podem afetar a produtividade e até mesmo a retenção de talentos na empresa.

Alguns locais ainda são centralizados no papel do chefe que está no nível estratégico, além de pecar na comunicação com funcionários, na resolução de conflitos, dentre outros itens.

Neste cenário, existem ao menos três níveis no ambiente organizacional:

gestão de pessoas

Para se ter uma breve noção, segundo levantamento do Fórum Econômico Mundial, os brasileiros levam cerca de 6 dias para produzir o que nos Estados Unidos levaria um dia. E muito disto está relacionado aos modos antigos de se gerir uma empresa.

Apesar de, no Brasil, esta pirâmide ainda ser bem popular, algumas empresas estão mudando essa hierarquia e descentralizando os níveis. O intuito é dar mais voz a seus colaboradores.

Avaliação de Desempenho

Para avaliar os funcionários, diversos métodos ou ferramentas podem ser utilizados. A Matriz Nine Box é um deles. Por meio dela, é possível entender se os colaboradores estão sendo produtivos, se desenvolvendo e adequando à cultura na empresa.

gestão de pessoas

A Avaliação 360 graus também é popular, haja vista que permite uma avaliação de todos que trabalham com você, de modo anônimo.

Políticas de Remuneração

As remunerações podem ser fixas, ou mesmo fixa com valores variáveis – depende da empresa, cargo e acordo feito com os funcionários durante a contratação.

As variações podem ocorrer de acordo com o desempenho e resultados de uma pessoa, enquanto o salário fixo pode ser estabelecido de acordo com o piso de uma determinada profissão, ou mesmo com os salários predominantes em determinado local.

Qual o papel da Gestão Estratégica de Pessoas nessas etapas?

Cabe ao RH, cuidar para que os colaboradores corretos sejam recrutados e selecionados em uma empresa. A Gestão Estratégica de Pessoas é responsável por fazer com que se mantenham motivados, treinados e sejam desenvolvidos, seguindo as habilidades, competências e valores de cada um.

E quando se fala em valor, é válido destacar que ele pode ser diferente de acordo com a cultura de um povo, da legislação, idade e até mesmo da geração de pessoas com as quais uma empresa está lidando:

Se você busca saber mais sobre o tema, Assista Gratuitamente o Curso Gestão de Pessoas, produzido com o Professor Daniel Viera, especialista no tema.

Gostou deste Conteúdo? Compartilhe com seus amigos e nas redes sociais, para mais pessoas possam ter acesso a informação de qualidade.

Gostou desse artigo?

Gostou desse artigo?

Receba os próximos por e-mail!

Prontinho ! Assinatura realizada com sucesso. Acabamos de enviar um email de confirmação para você.

Sobre o autor

CEFIS

A CEFIS é um serviço de atualização contábil.
De forma inovadora, a CEFIS tem levado conhecimento através da web para milhares de contabilistas. Toda semana elaboramos um novo curso atual e objetivo nas Áreas Contábil, Fiscal e Trabalhista. Os cursos são realizados pelos melhores profissionais do país e após a gravação ficam armazenados para você assistir quando e onde quiser. Saiba mais aqui: www.cefis.com.br

Deixar comentário

Gostou desse artigo?

Gostou desse artigo?

Receba os próximos por e-mail!

Prontinho ! Assinatura realizada com sucesso. Acabamos de enviar um email de confirmação para você.