Carreira Contábil

Contrato Intermitente: o que é e qual a diferença para o Autônomo?

contrato-intermitente-o-que-e-compensa
Escrito por CEFIS

Você sabe o que é, quando o contrato intermitente pode ser aplicado e qual é a diferença dele para o trabalho autônomo? Entenda!

Contrato intermitente: o que é?

Esta modalidade de contrato surgiu com a Reforma Trabalhista de 2017 – também conhecida como Lei 13.467/17.

A Reforma trouxe várias possibilidades para empregados e os empregadores: desde a negociação da jornada de trabalho, até mudanças para quem trabalha com banco de horas e não tem suas horas compensadas.

E, dentre as novidades e alterações trazidas pela reforma também foram mencionadas as férias, descanso e o trabalho intermitente – um tipo de contrato que não existia até então.

Quanto ao contrato ou trabalho intermitente, é válido destacar que muitos ficaram com dúvidas sobre o que se tratava este tipo de contrato, haja vista que não foi falado muito sobre as particularidades dele na lei.

Resumidamente, permite que as pessoas sejam contratadas pelas empresas e recebam apenas pelas horas trabalhadas, isto sem deixar de ter seus direitos, tais como férias, décimo terceiro salário proporcional ao período trabalhado e FGTS. 

Na Reforma Trabalhista, em seu Artigo 443 § 3, é dito o seguinte sobre esta modalidade de contrato:

“Considera-se como intermitente o contrato de trabalho no qual a prestação de serviços, com subordinação, não é contínua, ocorrendo com alternância de períodos de prestação de serviços e de inatividade, determinados em horas, dias ou meses, independentemente do tipo de atividade do empregado e do empregador, exceto para os aeronautas, regidos por legislação própria.”

Ou seja, nesta modalidade de contrato, o empregado recebe pela quantidade de horas trabalhadas, enquanto o empregador deve especificar quanto a pessoa irá receber pela hora, colocando um valor que seja justo.

O que escolher: trabalho autônomo, terceirização ou contrato intermitente?

Com este novo tipo de contrato, uma empresa contrata determinada pessoa e a “convoca” para o trabalho esporadicamente, o que se assemelha ao modo de trabalhar dos freelancers e de quem busca atuar de maneira autônoma.

Sendo assim, é importante que um empregador saiba a diferença de cada um, para escolher o que mais se adequa à necessidade que possui. Entenda do que se trata cada um:

  • Trabalho autônomo: neste tipo de contrato, uma empresa entra em contato com uma pessoa para realizar um trabalho específico, cabendo ao contratado organizar o tempo e as atividades que serão necessárias para atender o prazo e objetivo do contratante.
  • Terceirização: nesse caso, uma empresa, por exemplo, irá contratar os serviços de outra empresa. Neste caso, um serviço é contratado, e não o profissional propriamente dito.
  • Contrato intermitente: contrato em que um profissional ficará ao dispor de uma empresa para atuar quando for necessário, seguindo o que foi acordado no contrato.

#Dica:

Se você busca aprender ou se atualizar sobre o tema, basta conferir nosso Curso Completo sobre a Reforma Trabalhista

CURSO-SOBRE-REFORMA-TRABALHISTA

Caso você ainda não saiba, nós somos uma empresa de tecnologia atuante no âmbito da educação. Nós temos um serviço de assinatura que te concede acesso ilimitado a cursos da área empresarial, incluindo este! Você ainda pode experimentar nossa assinatura premium por 7 dias gratuitamente, basta clicar aqui e selecionar o botão “EXPERIMENTE GRÁTIS”.

Gostou deste artigo? não deixe de comentar ou compartilhar com os amigos nas redes sociais!

Gostou desse artigo?

Gostou desse artigo?

Receba os próximos por e-mail!

Prontinho ! Assinatura realizada com sucesso. Acabamos de enviar um email de confirmação para você.

Sobre o autor

CEFIS

A CEFIS é um serviço de atualização contábil.
De forma inovadora, a CEFIS tem levado conhecimento através da web para milhares de contabilistas. Toda semana elaboramos um novo curso atual e objetivo nas Áreas Contábil, Fiscal e Trabalhista. Os cursos são realizados pelos melhores profissionais do país e após a gravação ficam armazenados para você assistir quando e onde quiser. Saiba mais aqui: www.cefis.com.br

Deixar comentário

Gostou desse artigo?

Gostou desse artigo?

Receba os próximos por e-mail!

Prontinho ! Assinatura realizada com sucesso. Acabamos de enviar um email de confirmação para você.